A&EXTRAS

Catador de lixo cria carregador de celular que não usa energia elétrica

Celso Aristimunho tem 60 anos e trabalha como catador de lixo reciclável em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. 

Quem o vê de longe, carregando seu carrinho para cima e para baixo, não adivinha que Celso é um exímio inventor. Com o material que encontra nas ruas da cidade, ele aproveita as peças funcionais e cria engenhocas de todos os tipos. 

Nessa, já remontou um fusca inspirado no carro do Batman, consertou aparelhos de som, liquidificadores e instrumentos musicais. 

Sua mais recente invenção é um carregador de celular que não usa energia elétrica. Trata-se de um equipamento que utiliza peças de diversos outros aparelhos. Basta acoplar o carregador de celular ali e girar a manivela. Logo na sequência aparece o sinal, no celular, de que o carregamento está em andamento. 

Ele diz que criou o aparelho pensando em pessoas que estão em locais de difícil acesso ou onde não há energia. 

Há pouco, no entanto, um incêndio destruiu grande parte dos objetos de Celso, inclusive as ferramentas que usava para construir seus protótipos. 

Mas o inventor não se deixa abater: "Com o tempo vou catando tudo de novo, sempre tem alguém que não usa mais alguma coisa e joga ela no lixo. O que não serve para alguém pode ser um tesouro para mim" diz.


Não perca a nova temporada de NCIS: NOVA ORLEANS - Toda quarta às 21h40


Fonte: G1 | Imagem: Jaqueline Naujorks / TV Morena