A&EXTRAS

Familiares de jovem capturada por guru impulsionam reforma penal contra seitas

A&Extras
Por: A&E Brasil

Patricia Aguilar esteve desaparecida por dois anos no Peru, após ter fugido de sua casa, na cidade espanhola de Elche, aos 18 anos, para se encontrar com Félix Stven Manrique, um autodenominado “guru”, que a influenciava pela internet. A dor e a incerteza que seus pais atravessaram até conseguir resgatar Patrícia foi o motor de sua luta contra as seitas. 

O objetivo dos familiares de Aguillar é conseguir a tipificação do delito de “persuasão coercitiva”, que atualmente não existe no código penal da Espanha. Segundo eles, a falta dessa tipificação dificultou o resgate da jovem, já que, para a polícia e a justiça, ela fugiu sendo maior de idade e por vontade própria. Seu pai teve que viajar ao Peru e demonstrar que um delito estava sendo cometido e que sua filha corria perigo. 

Em primeira instância, a família começou uma coleta de assinaturas por meio do site change.org, e também tentará abrir o debate com os partidos políticos para conseguir um consenso legislativo contra a violência da persuasão coercitiva. Enquanto isso, o “guru” continua detido na prisão, à espera do julgamento no país andino.


Não perca a nova temporada de NCIS: NOVA ORLEANS - Toda quarta às 21h40


Fonte: El Comercio