A&EXTRAS

Homem é acusado de ter estuprado uma menina somente seis semanas após sair da prisão

Um criminoso sexual, que havia sido libertado da prisão há apenas seis semanas, é acusado de estuprar uma menina de 7 anos. O homem havia cumprido a sentença por causa de outro estupro. Seu nome é Corbin Breitenbach, de 23 anos, que, no mês passado, foi acusado pela tentativa de homicídio, sodomia criminosa e roubo com agravantes. Quando compareceu diante do juiz, o réu se limitou a perguntar pela fiança, estabelecida em 1 milhão de dólares.

 

De acordo com a imprensa local de Wichita, onde os fatos ocorreram, Corbin havia sido condenado a cinco anos e oito meses de prisão por asfixiar e estuprar uma mulher de 22 anos, em 2012. O homem estava em liberdade condicional desde 28 de abril deste ano, após ingressar em um programa de reabilitação e tratamento. Poderia ter sido libertado antes, em dezembro, se não fossem os 32 relatórios disciplinares que recebeu na prisão.

 

De acordo com a polícia, o suspeito teria entrado no apartamento de um estranho, onde a menina passava a noite, sem forçar a fechadura. Uma vez dentro, teria estrangulado a criança até deixá-la inconsciente e, por fim, a estuprado em uma varanda.

 

Enquanto isso, o promotor distrital afirmou que a menina está hospitalizada, embora fora de perigo.

 

Não perca a nova série 60 DIAS INFILTRADOS NA PRISÃO: ATLANTA. Toda quarta, às 23h.

 


Fonte: kcra.com
Imagem: https://www.youtube.com, https://www.facebook.com/Creamncheese