A&EXTRAS

Jogador que eliminou o Brasil das Olimpíadas já salvou mais de 500 crianças da morte

Nwankwo Kanu foi o pesadelo do Brasil nas Olimpíadas e Atlanta, em 1996. Sem piedade, o nigeriano de mais de dois metros de altura despachou nossa equipe de volta para casa nas semifinais. 

Ele foi responsável pelo gol de empate, no fim do segundo tempo, e do gol que levaria sua equipe à final durante a prorrogação. A Nigéria acabou levando a medalha de ouro em cima da Argentina. 

A promissora carreira no mundo do futebol, no entanto, teria um rumo inesperado. Quando foi contratado pelo Inter de Milão, um exame médico constatou que Kanu carregava um sério problema cardíaco – que quase o levou à morte. 

Forçado a suspender a carreira, chegou a fazer uma cirurgia nos EUA, mas nunca mais conseguiu recuperar seu antigo rendimento.

Kanu, então, teve a ideia de mudar seu foco e passou a ajudar a crianças que sofrem do mesmo problema que ele. Ele criou uma fundação para facilitar o acesso dessas crianças a cirurgias reparadoras. 

Hoje, mais de 20 anos depois, diz orgulhoso: "Nós salvamos mais de 540 vidas. Isso vale mais do que o futebol". O trabalho de Kanu é levar crianças carentes a exames, conversar com os pais, fazer acompanhamento médico e até encaminhá-las para cirurgias no exterior. 

A meta agora é construir um hospital especializado em coração em seu país natal, a Nigéria. 

Aposentado do futebol, Kanu preferiu usar a fortuna que acumulou para fazer o que acredita: ajudar quem precisa. "Algumas pessoas me veem como uma lenda, mas isso não quer dizer que eu deveria viajar pelo mundo de férias e ficar bebendo champanhe ou vendo TV. Sou uma pessoa que quer impactar as vidas das pessoas".

Kanu também criou uma escolinha de futebol em seu país e ações para prover moradia a quem não tem casa. 

Tudo isso começou lá atrás, quando a Nigéria eliminou o Brasil e conquistou o título inédito para o futebol africano. 

"Não existe teste maior do que ficar entre a vida e a morte. Se você escapa disso, você pode lidar com qualquer coisa. Essa situação me deu força para encarar o que for necessário e mudou a forma como eu via a vida".


Nova temporada de LONGMIRE: Toda segunda a partir das 19h55. Não perca!


Fonte: UOL  | Imagem: Instagram/@kingkanu4