A&EXTRAS

Mulher que apanhou de assediador na rua dá o troco

O vídeo deixa claro a violência que muitas mulheres sofrem todos os dias nas ruas: depois de ouvir palavras de teor sexual de um desconhecido e mandá-lo calar a boca, a estudante francesa Marie Laguerre, de 22 anos, toma um imenso tapa na cara do mesmo homem que a assediou. Ele ainda atirou um cinzeiro em direção a ela, e por pouco não a acertou. 

Tudo isso acontece em frente a um restaurante em Paris, onde várias pessoas estão sentadas nas calçadas, e assistem à cena incrédulas. 

Depois do susto, Marie voltou correndo para casa, apavorada, mas depois revolveu que não deveria ficar calada. Foi até o café onde tudo aconteceu, recolheu as imagens das câmeras de segurança e publicou na internet. 

O vídeo acabou tomando conta das redes, e a estudante percebeu a oportunidade: está mais do que na hora de criminalizar o assédio. 

Marie lançou a campanha #NousToutesHarcèlement” (“nós todas sofremos assédio”), um canal onde outras mulheres podem compartilhar experiências similares. 

A justiça francesa abriu inquérito para tentar identificar o homem responsável pela agressão. 

A partir de outubro a França deve começar a aplicar multa a assediadores, que podem variar de €90 a €750 (ou R$ 380 a R$ 3.150). Grupo de ativistas querem que o governo de Emmanuel Macron passe a tratar o assédio sexual como caso de emergência pública, dado que metade das francesas sofrem com o problema todos os dias. 

 

Não perca POLÍCIA AO VIVO - toda segunda às 20h!


Fonte: BBC | Imagem: Instagram/@mayuddha/Reprodução