A&EXTRAS

Os cinco de desaparecimentos mais misteriosos da história

Há desaparecimentos que simplesmente não têm explicação e desafiam qualquer lógica, como se a terra tivesse engolido as pessoas. Estes são alguns dos mais misteriosos da história:

 

O tenente e piloto Felix Moncla e o operador de radar e segundo-tenente Robert Wilson desapareceram sem deixar rastros quando o avião da Força Aérea dos Estados Unidos foi enviado para interceptar uma nave desconhecida que sobrevoava o Lago Superior, no espaço aéreo canadense. Os ufologistas se referem a esse evento como o “Incidente de Kinross”.

 

Nos idos de 1955, o barco MV Joyita navegava próximo às Ilhas Tokelau, com apenas 25 passageiros. O fato estranho é que ele nunca chegou ao seu destino. Uma missão de busca e resgate conseguiu encontrar o navio um mês depois, mas não havia notícia de seus tripulantes. Terá sido o famoso canto das sereias o responsável?

 

O piloto Frederick Valentic informou, em 1978, que um óvni voava por cima de seu avião. Após esse comunicado, não se teve mais notícia do jovem piloto. Restos da aeronave foram encontrados nas águas do Estreito de Bass, mas o corpo de Frederick nunca foi recuperado.

 

Em 1971, uma tempestade desabou sobre o famoso local conhecido como Stonehenge, na Inglaterra. Diz-se que um raio caiu sobre um grupo de hippies que acampava lá, mas o fato estranho foi que, depois disso, ninguém foi encontrado.

 

Em março de 2014, o voo MH370 da Malaysia Airlines voava tranquilamente entre Kuala Lumpur e Pequim, quando, de repente, desapareceu dos radares. Isso mesmo, de uma hora para outra, ele já não estava mais lá! Até hoje, ninguém sabe onde caiu ou o que aconteceu com esse avião.

 

 


FONTE: Peru.com 
IMAGEM: Shutterstock.com