A&EXTRAS

Policial encontra crianças que vivam como animais em meio ao deserto do Novo México

A&Extras
Por: A&E Brasil

Policiais resgataram 11 crianças que viviam em condições subumanas no meio do deserto do Novo México, nos EUA. 

Elas estavam subnutridas e viviam cercadas de extrema sujeira num barraco improvisado, parcialmente enterrado, sem água, sem energia elétrica e distante de tudo. As crianças têm idade entre 1 e 15 anos e se vestiam apenas com farrapos. 

No local, a polícia também encontrou cinco pessoas – dois homens fortemente  armados e três mulheres - que foram presos imediatamente. 

Os policiais chegaram ao local buscando um outro menino, dado como desaparecido. 

Ninguém soube explicar como o grupo de crianças foi parar no meio do deserto. 

O policial Jerry Hogrefe, disse que as crianças estavam tão magras que dava para ver claramente as costelas. "Sou policial há 30 anos e nunca vi nada assim. É inacreditável", disse.

Os homens serão processados por abuso de menores. As mulheres, que a polícia acredita serem mães das crianças, foram liberadas depois de prestarem depoimento.  Pelos relatos, as mulheres e crianças sofreram lavagem cerebral e obedeciam cegamente às ordens dos homens que controlavam o local. 

As crianças já receberam atendimento médico e estão sob tutela dos serviços de proteção. 


Não perca a nova temporada de NCIS: NOVA ORLEANS - Toda quarta às 21h40


Fonte: G1 | Imagens: Cortesia/Taos County Sheriff's Office/AFP