TRAFICANTES

Conheça quem foram os traficantes mais poderosos do mundo

O poder do tráfico ilegal de drogas deu a alguns homens influência e fortunas sem precedentes na história recente. Acima de qualquer lei e com homens armados ao seu lado, eles pareciam imbátiveis perante a Justiça. Apesar dos anos de glória e muito dinheiro, o destino deles (com raras exceções) é o mesmo: a morte ou longos anos atrás das grades. Confira abaixo os maiores nomes que o império das drogas já produziu:

1 - Pablo Escobar: Junto com Gonzalo Rodriguez Gacha, Carlos Lehder e os irmãos Ochoa, Escobar fundou o Cartel Medellín, na Colômbia. Sua organização criminosa ficou conhecida pela violência e assassinato de mais de 5 mil pessoas. No auge do poder, Escobar obteve uma fortuna de US$ 30 bilhões e foi responsável pelo comércio de 80% de toda a cocaína nos EUA na década de 1990. Foi morto pela polícia da Colômbia em 1993. 

Imagem: By thierry ehrmann [CC BY 2.0], via Wikimedia Commons

 

2 - Amado Carrillo Fuentes: o tráfico rendeu a este mexicano mais de US$ 25 bilhões. Ele chegou a ser chamado de El Señor de Los Cielos (O Senhor dos Céus) pelo uso de mais de 22 aviões particulares para transportar cocaína colombiana aos aeroportos municipais do México. Era o mais poderoso traficante de drogas na época de sua morte, em 1997.

Imagem: Autoridade Federal Mexicana


3 - Irmãos Orejuela:
Miguel e Gilberto Rodriguez Orejuela foram responsáveis pelo Cartel de Cali, que chegou a lucrar US$ 7 bilhões. A dupla foi presa em 2006, com um carregamento de 200 toneladas de cocaína para os EUA. Foram condenados a 30 anos de prisão. 


4 -Dawood Ibrahim Kaskar:
este indiano já teve uma fortuna estimada em US$ 7 bilhões e ficou conhecido por sua crueldade. Além do tráfico, também investiu no ramo de falsificações, extorsões, terrorismo e até cinema. Hoje é um dos homens mais procurados da Índia.

Imagem: Reprodução YouTube/SmallScreen BigDhamaka

 

5 - Irmãos Ochoa, do cartel Medellin: Jorge, Juan David e Fabio foram a base do Cartel Medellin, onde ganharam US$ 6 bilhões em patrimônio já na década de 1980. Os três irmãos foram entregues às autoridades em 1991. O mais velho, Juan David, morreu em 2013, vítima de um ataque cardíaco. Jorge está livre após cumprir pena por tráfico e Fabio segue preso nos EUA.

Imagem: via Mundo.com

 

6 - Jose Gonzalo Rodriguez Gacha, o “Mexicano”: apesar de ser colombiano de nascença, Jose Gacha gostava era do México e usava o país como rota para o tráfico ao sul dos EUA. Em 1998, seu nome constava na lista de bilionários da Forbes, com fortuna estimada em US$ 5 bilhões. Ele foi morto pela polícia no ano seguinte.


Imagem via Semana.com

7 - Khun Sa: Chamado "Rei do Triângulo Dourado”, o traficante Khun Sa, era considerado o Pablo Escobar do sudeste asiático. Nas décadas de 70 e 80, Sa controlou cerca de 40% da heroína produzida na região onde se ficam as fronteiras de Mianmar, Laos e Tailândia. Ele chegou a ser um dos homens mais procurados do mundo, armou um exército pela libertação da etnia Shan e reuniu uma fortuna de cerca de US$ 5 bilhões. Sa o negócio em 1995, quando saiu da floresta para uma luxuosa casa. Ele morreu em 2007, em Yangum, a maior cidade de Mianmar.

Imagem: Stephen Rice [CC BY-SA 3.0], via Wikimedia Commons

 

8 - Carlos Enrique Lehder Rivas: filho de mãe colombiana e pai alemão, este traficante foi um dos fundadores do Cartel de Medellin. Também nazista, Rivas entregava seus produtos carimbados com uma suástica. De uma ilha nas Bahamas, ele chefiou um esquema de tráfico com tropas armadas e uso de aviões. Foi preso em 1987 e condenado a mais de 135 anos de prisão. Mais tarde, teve a pena reduzida por testemunhar contra o ditador panamenho Manuel Noriega, em 1992, e sua sentença foi reduzida para 55 anos. Ele chegou a acumular uma fortuna de quase US$ 3 bilhões.

 

 


 

Imagem via El Espectador

Fonte: Terra

Foto: Mukhina Viktoriia/Shutterstock.com