A&EXTRAS

A sinistra história da mulher que raptou mais de 5 mil bebês

Vendo o rosto dessa mulher, é difícil pensar que se trata de uma sádica sequestradora e assassina de crianças, mas é isso o que ela era.

 

Georgia Tann levava uma surreal vida dupla: era respeitada na alta sociedade de Memphis como uma caridosa especialista em adoção, chegando a palestrar por todos os Estados Unidos e se tornar referência em "leis de adoção", segundo a imprensa da época.

Longe dos holofotes, a realidade era assustadora: calcula-se que Tann tenha sequestrado mais de 5.000 crianças para vendê-las para pais adotivos, acumulando uma fortuna estimada em mais de 30 milhões de dólares. Além dos raptos, ela também assassinou e torturou muitos bebês, que frequentemente acabavam nas mãos de pedófilos ou eram vendidos como escravos.

 

Tann enganava e intimidava mães indefesas e casais pobres para obter as crianças e subornava autoridades para manter seu esquema. A influência de Tann era tamanha, que até astros de Hollywood utilizavam seus serviços, como a atriz Joan Crawford que inadvertidamente adotou as gêmeas Katie e Cynthia através da Agência Tann.

 

A demanda maior era por recém-nascidos, e Georgia os sequestrava diretamente das maternidades, pagando a funcionários para dizem aos pais que a criança havia morrido logo após o parto.

Segundo os depoimentos de sobreviventes, no sótão de sua instituição havia um aparato de tortura onde "disciplinava" as crianças. Há inclusive relatos de abuso sexual praticados por Tann. Estima-se também que durante os anos 40 pelo menos 50 crianças tenham sido assassinadas por ela ou seus cúmplices.

"É só assassinar esse papel", é o que diziam para as mães. Depois disso, elas nunca mais voltavam a ver seus filhos. As atividades de Georgia Tann se prolongaram por 26 anos. Em 1950, uma investigação fechou sua agência macabra, mas Tann morreu de câncer no mesmo ano, antes de ser julgada pelos crimes que cometeu.

 

Quer aprender como ler cada pessoa? Então não perca BULL, a nova série do A&E onde um verdadeiro mestre em psicologia consegue combinar intuição e tecnologia para decifrar qualquer júri, advogados e testemunhas. Toda quinta, às 23h15.

 


Fonte: infobae.com
Imagem: Facebook.com