A&EXTRAS

Ator que trabalhou em Thor comete suicídio: “Não fui um bom homem”

Isaac Kappy, ator que fez o papel de um balconista de pet shop em Thor (2011) e de Barbarosa em O Exterminador do Futuro: A Salvação (2009), cometeu suicídio nos EUA.

Junto com o corpo, a polícia do Arizona encontrou uma longa carta de despedida. Nela, um trecho chamou a atenção: 

“Eu acreditava que era um bom homem, mas não fui um bom homem. Na realidade, eu fui uma pessoa muito ruim durante toda a vida. Usei pessoas por dinheiro, traí a confiança de muita gente, vendi drogas, soneguei imposto, contraí dívidas. Maltratei meu corpo com cigarros, drogas e álcool. Abusei  de pessoas que me amaram, inclusive minha família”. 

Antes de sua morte, Isaac, que tinha 42 anos, publicou uma frase intrigante nas redes sociais:  “Cuidado com o homem que não tem nada a perder, pois ele não tem nada para proteger”.

Isaac se envolveu em várias polêmicas ao longo da vida. Ele chegou a acusar o ator Seth Green de pedofilia e em 2018 tentou asfixiar Paris Jackson, filha de Michael Jackson. A jovem precisou reforçar sua segurança pessoal depois desse episódio.  

Acredita-se que Isaac Kappy sofria de problemas mentais. 


Fonte: G1