A&EXTRAS

Quem é a garota com camiseta da cerveja Corona? Polícia leva 30 anos para identificar corpo

Numa descoberta esperada há mais de 30 anos, a polícia do Texas finalmente identificou a quem pertence o corpo da “Garota Corona”, jovem que foi assassinada em 1989.

O crime tem sido considerado um mistério até hoje. 

O apelido “Garota Corona” foi dado por causa da camiseta que a vítima usava, que trazia uma propaganda da cerveja. 

O corpo foi identificado por meio de análise de DNA. Os dados coletados foram inseridos em um banco de dados e a inteligência artificial retornou possíveis grupos de parentes. 

A “Garota Corona” se chamava Sue Ann Huskey e tinha 17 anos na época em que foi assassinada. Seu corpo foi encontrado em 25 de setembro de 1989 próximo a uma rodovia no Texas. Ela já estava morta há aproximadamente duas semanas. 

O corpo tinha marcas de bala. Sem pistas por vários anos, o caso acabou sendo qualificado como homicídio e, posteriormente, arquivado.

Em outubro do ano passado a polícia texana havia divulgado uma reconstrução atualizada do rosto da Garota Corona. Junto a ela, o retrato outra vítima ainda não identificada, a Rebel Ray 

A irmã de Sue, Michelle Barnard, conta que a jovem era uma adolescente típica, a mais nova entre sete irmãos. O pai morreu em 2002 sem saber o paradeiro da filha. 

“Finalmente temos nossa irmã e poderemos levá-la para casa”, disse. 

Com a identidade da Garota Corona em mãos, a polícia irá dar início a uma nova investigação em busca do responsável pelo crime. 


Fonte: Kvue | Imagens: Williamson County Sheriff's Office